Receba no seu e-mail as atualizações deste blog! Clique AQUI e assine.
sexta-feira, 15 de julho de 2011
4

As Pirâmides Financeiras

O artigo de hoje é dedicado especialmente para quem costuma participar de certos "negócios" na internet que detalharei mais abaixo. Mas se você não participa, é bom prestar atenção também! Confira neste artigo tudo sobre o sistema do tipo "Ajuda Mútua", onde você tem que depositar R$ 2,00 (dois reais) em seis contas bancárias diferentes, se é legítimo ou é um crime contra a economia popular.


ATUALIZAÇÃO - 29/11/2013

ATENÇÃO: Se você estiver pesquisando sobre as empresas que praticam pirâmides financeiras disfarçadas de Marketing Multinível (MMN) e que tomaram conta da internet ultimamente (como TelexFree, BBOM, Winner Manager, MultiClick Brasil, WCM777 entre outros), recomendo que visite este outro artigo do blog. Segue o link:


Provavelmente você já pode ter recebido algum e-mail de alguém lhe convidando para entrar numa espécie de rede financeira, com o apelido de "ajuda entre amigos", "ajuda mútua" ou coisa similar. Pessoas que buscam formas de ganhar algum dinheiro na internet, como eu ou você recebemos com certa frequência este tipo de corrente. Eu, por exemplo, recebo uma média de um e-mail desses por dia, e isso que eu programo o meu e-mail para não receber mais mensagens destes remetentes. Mas do que se trata, afinal? Para quem não conhece muito bem, segue abaixo uma breve explicação:

Pirâmides? Só quero saber das do Egito!
São as famosas "pirâmides", ou esquemas Ponzi, embora o autor da mensagem jure de pé junto que não sejam; pois pirâmide financeira é CRIME, como explicarei abaixo (por isso eles preferem um nome mais bonitinho, como "ajuda mútua entre amigos", "caixa corporativa", "ajuda mútua", mas é tudo a mesma coisa). Basicamente, é assim: você lê este e-mail, onde é instruído a depositar um determinado valor na conta bancária de seis pessoas, relacionadas e ordenadas de 1 a 6, que constam no corpo da mensagem. Normalmente este valor oscila entre R$ 2,00 a R$ 15,00 por pessoa, e os dois métodos mais solicitados para pagar estas pessoas são:
  • por meio de depósito bancário (onde os dados bancários delas são divulgados ao lado dos respectivos nomes, ou mesmo iniciais), ou:
  • por envio do dinheiro em espécie dentro de envelopes, através do Correio (nesse caso, os endereços residenciais são indicados ao lado dos nomes).
Publicidade:
Como criar sites facilmente

Podem haver outros métodos, mas estes são os principais. Após este trabalho, é solicitado que você tire os dados de uma das pessoas (geralmente o nº 1), passe os outros para cima (o nº 2 passa a ser o nº 1, o nº 3 passa a ser o nº 2, etc.), e coloque os SEUS dados na última posição, a de nº 6; depois disso, que reencaminhe o e-mail para seus contatos. Quem receber seu e-mail fará tudo como você fez, e assim por diante. Ou seja, após várias etapas de reencaminhamentos, você recebe muito mais do que investiu, pois recebe em seis níveis diferentes; e assim, acaba ficando milionário em questão de poucos dias, com a ajuda mútua de seus "amiguinhos". Pois é, assim é como o esquema funciona...

Ou melhor, como deveria funcionar! Pois muitos espertinhos simplesmente NÃO mandam dinheiro algum pra ninguém e, mesmo assim, colocam seus dados bancários como se tivessem mandado! E, com isso, quebra-se a pirâmide. Resultado: nesse momento, há MILHARES de mensagens dessas circulando por aí, de remetentes certamente esperando ganhar alguma grana fácil de pessoas desprevenidas.

Eu mesmo, por curiosidade, experimentei fazer só uma vez apenas para ter certeza do que já desconfiava. Fiz todos os procedimentos descritos acima, encaminhei a mensagem para vários dos meus contatos e, adivinhe? Não entrou UM ÚNICO CENTAVO na minha conta bancária, pois a maioria absoluta das pessoas não quer nem saber de desembolsar, apenas alteram o e-mail com seus dados bancários e o reencaminham para uma lista interminável de contatos. Como são pouquíssimas as pessoas que, de fato, fazem os depósitos, a "pirâmide" sempre acaba quebrando de alguma forma. OBS.: Mesmo que todos fizessem os depósitos, isto não tornaria o programa legal, como explicarei mais abaixo. No meu caso, não recebi depósito nenhum, ou seja, perdi 12 reais nessa "brincadeira". Pelo menos, comprovei o que já imaginava, que tudo não passava de uma grande arapuca.

Meu prejuízo até que foi pequeno perto de dezenas de pessoas que caem nesses golpes diariamente, pelo Brasil afora. Veja abaixo algumas reportagens, se tratam de pirâmides com valores bem maiores, dentro ou fora da internet, mas igualmente fraudulentos:








Estes são apenas alguns exemplos, mas a internet está cheia de vídeos com reportagens sobre o assunto.

Veja bem: ao participar de uma dessas pirâmides, você dá dinheiro sem ter recebido nenhum PRODUTO ou SERVIÇO em troca, ou seja, está sendo lesado; e se ainda por cima também espera receber dinheiro sem oferecer nenhum produto ou serviço, pior ainda, pois isso caracteriza PIRÂMIDE FINANCEIRA, ou seja, CRIME CONTRA A ECONOMIA POPULAR conforme a Lei de nº 1.521, de 26/12/1951, art. 2º, inciso IX. Além disso, essa prática também configura estelionato, conforme o artigo 171 do Código Penal. E não me diga que efetuar os depósitos (ou enviar as cartas) seria o "serviço", que não cola... ora, você está gastando dinheiro, então que raio de serviço é esse?!? Ou o seu dinheiro seria o "produto"? hahahaha....

Concluindo o raciocínio, quem participa dessas pirâmides acaba gastando tempo (fazendo os depósitos no banco, ou colocando dinheiro dentro de envelopes para enviar pelo Correio; além de reencaminhar o e-mail para seus contatos) e também gastando dinheiro. E pior, correndo o risco de ter um retorno muito menor do que gastou (isso quando tem retorno). E mesmo que você receba alguma coisa, é de forma ILEGAL, pois você NÃO está oferecendo nenhum produto ou serviço em troca.

Publicidade:


Não quero me meter na sua vida nem na vida de ninguém. Cada um é livre pra fazer o que quiser, eu sei; mas me sinto no dever de aconselhá-lo a sair desse "negócio" onde você provavelmente sairá perdendo, e o possível "lucro" não vai compensar o tempo que você perde fazendo os procedimentos descritos nos e-mails, ainda mais num negócio ILÍCITO.

"Tá, então como faço pra ganhar dinheiro pela internet?", você pode estar se perguntando.

A primeira coisa que eu lhe recomendo é seguir os conselhos de um especialista no assunto "ganhar dinheiro na internet". Para isso vou indicar que você leia o seguinte artigo do blog e faça o procedimento descrito ali. Não se preocupe, é simples, rápido e grátis! Acesse:


O que achou? Eu gostaria de ler sua opinião logo abaixo, no campo de comentários. Estou no aguardo!

Abraços.

ATENÇÃO
Este artigo foi originalmente publicado no RA Blog Brasil
Se você estiver lendo-o em outro site ou blog, trata-se de
violação dos direitos autorais.
Neste caso, por favor clique AQUI e denuncie o fato ao autor do RA Blog Brasil. Obrigado!




4 comentários:
  1. Um pirâmide é caracterizada legalmente como? Acho que no seu artigo faltou um embasamento legal mais claro. Segundo se todo mundo tivesse o critério de apenas fazer os depósitos caso recebesse os comprovantes de depósito bingo! não teria como a corrente ser quebrada.

    ResponderExcluir
  2. Olá Roger,

    Basicamente, o que caracteriza uma pirâmide é que o dinheiro investido é usado EXCLUSIVAMENTE para remunerar aqueles que estão no nível imediatamente acima. Não há produto ou serviço na maioria dos casos e, mesmo que haja, ele serve apenas como fachada para o esquema. A pessoa não ganha por produto ou serviço vendido, e sim pela adesão de novos participantes do esquema. Veja aí os exemplos da TelexFree, BBOM e outros.

    As duas leis que mencionei no artigo (estelionato e crime contra a economia popular) são os dispositivos legais que podem (e devem) ser usados para enquadrar aqueles que se beneficiam destes esquemas, sem falar que os responsáveis ainda podem responder por outros crimes como enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

    Meu conselho sincero é que você saia desse sistema de "ajuda mútua" o quanto antes e aprenda formas legítimas de ganhar seu dinheiro, seja na internet ou fora dela. Mas você é quem decide!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Sr. Reginaldo, me explique o seguinte: no estelionato ou crime contra economia popular, tem-se basicamente a promessa de lucro que depois será frustrada ou utilização de meio ardiloso (enganoso, fingido) que também será posteriormente não cumprido,etc... então, responda: Estaria enganando alguém ou prometendo fortuna se eu passo e-mail´s propondo AJUDA mútua? Explico melhor: é enganar, ou prometer sem capacidade de cumprimento, quando digo aos convidados que, se eles seguirem as instruções corretamente (tem uma condição), se os outros convidados que vierem após ele também seguirem as instruções devidamente (outra condição) é que haverá matematicamente um retorno alto em valor monetário? Ou seja, não é promessa de depositar e ter a certeza de receber, é uma EXPECTATIVA de ganho mediante uma condição (a correta participação de cada convidado). Assim, não entendo como poderia a pessoa estar enganando ou usando de artifício malicioso ao convidar outros nessas condições porque quem entra, vai entrar tendo SOMENTE UMA EXPECTATIVA que será ou não atendida, ao contrário dos MMN´s atuais que taxativamente prometem pagar, não explicando como mas garantindo que darão mensalmente ou sabe lá como tal e tal retorno! Entendeu meu ponto de vista? Espero seu comentário (e mais esclarecimentos) se possível! Obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Desculpe Fernandes, mas é estelionato e crime contra a economia popular sim: pra começo de conversa, já dizem que "A Revista Exame não encontrou falhas neste programa". MENTIRA! Você já viu alguma matéria dessa revista apoiando ou mesmo mencionando este "negócio"? Claro que não! Outra coisa que chama a atenção é o relato desse tal de Nelson Pires, de Caxias do Sul: mesmo que esse cara exista mesmo (coisa que duvido), eu não acredito que ele tenha conseguido juntar quase 600 mil reais em 3 meses, conforme li em alguns dos SPAMS que recebo diariamente. E ainda que isso fosse verdade, qual o produto ou serviço que ele teria oferecido? NENHUM! Portanto, é PIRÂMIDE SIM, por consequência é CRIME!

    Ajudar as pessoas é sim um gesto muito bonito, mas isso aí que você defende eu não posso encarar como "ajuda", eu encaro como esperteza, ganância, vontade de querer se dar bem. Lamento se você pensa de outra forma. Quer ajudar as pessoas? Pegue esses 12 reais e saia distribuindo para os mais necessitados aí na sua cidade, ou pague um prato de comida para algum mendigo num restaurante. Isso sim é AJUDA DE VERDADE, sem esperar nada em troca!

    A grande verdade é que os "MMN's" atuais (do tipo TelexFree, BBOM, MultiClick, etc.) são apenas derivações desse esquema de "ajuda mútua". Apenas aprimoraram o esquema, colocando um produto meia-boca ali de fachada e recrutando pessoas indefinidamente. O que importa pra esse tipo de esquema é a circulação pura e simples de dinheiro, sem qualquer retorno de produto ou serviço.

    Como você vê, um programa, negócio, ajuda mútua (ou seja lá como você preferir chamar) que se baseia em mentiras não pode ser levado a sério. Abraço!

    ResponderExcluir

IMPORTANTE:

Seu comentário será muito bem-vindo. Mas atenção!

Todos os comentários recebidos são moderados pelo autor do blog. Recomendamos que leia nossa Política de Comentários para se assegurar que seu comentário não corre risco de ser recusado.